SAC/WhatsApp:(45) 9153-7609

E-mail:[email protected]

Carrinho

Comprar arma de fogo pela internet

Comprar arma de fogo pela internet com pronta entrega

Procurando saber Comprar arma de fogo pela internet? Apesar dos esforços que vêm desde o colonialismo para impedir o direito de acesso às armas e à legítima defesa ao cidadão brasileiro, ainda existem alguns pontos na lei que nos reservam determinados direitos.

Entre eles está o direito (não pode ser negado) de que todo cidadão com mais de 25 anos, sem antecedentes criminais, possa ter até seis armas registradas no SINARM (Polícia Federal).

Borges Armas encoraja todos seus membros a exercerem este direito e ajudar a todos a ter acesso a esta informação.

Para adquirir uma arma de fogo, o interessado deve atender aos seguintes pré-requisitos:

  • Ter, no mínimo, 25 anos de idade.
  • Ter residência fixa e ocupação lícita
  • Aptidão técnica e psicológica
  • Não ter antecedentes criminais

Preencha e imprima o formulário abaixo em comotirarcr.com

Mas afinal, preciso saber Comprar arma de fogo pela internet

Estatuto do Desarmamento” (Lei nº 10.826/2003) e o “Referendo do Desarmamento” (autorizado pelo Decreto Legislativo nº 780/2005) não proibiram o cidadão “comum” (que não é membro das forças de segurança pública, nem colecionador, caçador ou atirador desportista) de possuir armas de fogo para defesa pessoal.

O Referendo de 2005 (com votação obrigatória) possuía por finalidade consultar os brasileiros exclusivamente sobre a possível vedação do comércio de armas de fogo e munições em território nacional, prevista no art. 35 do “Estatuto do Desarmamento”.

A seguinte pergunta foi objeto da consulta popular: “O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”. O resultado foi que 63,94% dos votantes responderam “Não”, impedindo o dispositivo de entrar em vigor.

Entretanto, o povo brasileiro foi “consultado” exclusivamente sobre este artigo do Estatuto. As demais disposições da Lei permanecem em vigor até hoje e, apesar de não proibirem o comércio de armas de fogo, dificultam muito os procedimentos de aquisição e registro (ou renovação de registro) e quase inviabilizam a autorização de porte.

Atualmente existem dois grandes órgãos públicos responsáveis pelo “controle” das armas de fogo existentes no território nacional: O SIGMA – Sistema de Gerenciamento Militar de Armas – vinculado ao Exército Brasileiro, que regula o armamento das forças armadas e auxiliares e, também, dos caçadores, colecionadores e atiradores esportistas; e o SINARM – Sistema Nacional de Armas – vinculado ao Departamento de Polícia Federal, que centraliza o controle das demais armas de fogo.

O cidadão “comum”, quando pretende adquirir uma arma de fogo para defesa pessoal, renovar o registro ou requerer autorização de porte, deve dirigir-se ao SINARM – Polícia Federal e realizar os procedimentos a seguir descritos.

 

[ad_1]

 

Comprar arma de fogo pela internet aqui no Borges Armas

O Borges Armas é uma loja de armas de fogo que oferece armas de fogo legalizada como espingardasriflescarabinasrevolver e pistolas, garanta já a sua arma de fogo. Confira nesta página as armas de fogo a venda na loja Borges Armas.

Você sabia que no Brasil um cidadão comum pode ter até seis armas de fogo legalizadas? Isso mesmo, é permitido no Brasil a posse de arma de fogo, seus acessórios e munições. A aquisição e posse de arma de fogo é restrita para pessoas com mais de 25 anos de idade e atender alguns requisitos legais. Para saber como ter uma arma de fogo legalizada, acesse o nosso informativo sobre “Comprar arma de fogo pela internet de fogo legalmente no Brasil”.

Adquira a sua arma de fogo agora, aqui no site da Borges Armas. Qualquer dúvida, entre em contato.

 

 

Comprar arma de fogo pela internet e a ATUALIZAÇÃO DO ARTIGO EM 19/10/2015:

A Portaria Interministerial nº 702, de 31 de agosto de 2015, do Ministério da Justiça, alterou os valores definidos em Lei majorando as seguintes taxas:

  • Registro (e renovação de registro): passou de R$ 60,00 para R$ 91,35;
  • Porte (e renovação do porte): passou de R$ 1.000,00 para R$ 1.522,49.

Estas alterações parecem continuar no sentido de inviabilizar que uma pessoa que possua condições financeiras precárias (que muitas vezes reside/trabalha em local desprivilegiado e pode vir a necessitar ainda mais de uma arma de fogo) tenha condições de exercer o seu direito à legítima defesa.

Outra questão constatada recentemente é que, na prática, a entrevista para concessão de porte de arma de fogo só está sendo realizada pela Autoridade Policial quando o cidadão requerente demonstra claramente (através de documentos) o preenchimento dos requisitos legais, em especial da necessidade (em decorrência do exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física).

 

[ad_2]
Suporte Online
Como posso ajudar?
Powered by