Virgínia em “estado de emergência” à espera de marcha de grupos pró-armas | EUA

Virgínia em “estado de emergência” à espera de marcha de grupos pró-armas | EUA
20 de janeiro de 2020 comprararmas



Taurus Preço é aqui. Pronta entrega!


Fale conosco via whatsapp

A cidade de Richmond, no estado norte-americano da Virgínia, estava sob “estado de emergência temporário” em preparação para uma marcha de grupos pró-armas que as autoridades temiam poder tornar-se violenta.

A marcha foi marcada por vários grupos que são contra restrições ao direito de porte de arma que o congresso da Virgínia, de maioria democrata, planeia aprovar.

O governador do estado, Ralph Northam, invocou “ameaças de violência” de grupos armados e a existência de retórica extremista semelhante à que antecedeu a marcha de Charlottesville, em 2017, quando um homem lançou o seu carro contra uma contra-manifestação protestando contra a marcha de um grupo supremacista branco e matou uma mulher, deixando ainda 19 pessoas feridas.

Grupos de pró-armas acusaram o governador de mentir e provocar medo, chamando-lhe “tirano”.

Vários líderes de grupos que marcharam em Charlottesville disseram que estariam presentes em Richmond para mostrar apoio aos que se opõem a leis mais restritivas para o porte de armas. Nas redes sociais, recusaram estar a preparar qualquer acção violenta. “Não somos anarquistas, acreditamos no Governo”, dizia Joshua Shoaff, que tem mais de 542 mil seguidores no Facebook, segundo a agência Reuters.

A polícia alertou, no entanto, que há neonazis e elementos de outros grupos violentos que poderão tentar uma acção violenta na marcha. As autoridades esperam que a marcha tenha a participação de “vários milhares de pessoas”.

Alguns dos organizadores partilhavam a apreensão. “Estou com algum medo. Estive em Charlottesville”, disse à emissora britânica BBC Tammy Lee, do estado do Oklahoma. “Há muita gente zangada a vir para cá. Muita gente sem educação. Vai ser volátil. Espero estar enganada, mas não me parece.”

Trump apoia marcha

O líder republicano da câmara baixa do Congresso do estado da Virgínia apelou a uma manifestação pacífica. “Qualquer grupo que venha para Richmond para espalhar lixo de supremacia branca, ou qualquer outra forma de ódio, violência ou desestabilização não é bem-vindo”, declarou Todd Gilbert. “Podemos ter as nossas diferenças de opinião com os nossos colegas democratas, mas somos todos da Virgínia e iremos estar unidos na oposição a ameaças de violência venham de onde vierem.”

O Presidente, Donald Trump, apoiou os organizadores da marcha através do Twitter, dizendo que a Constituição está “sob ataque” na Virgínia. “É o que acontece quando votam nos Democratas, eles tiram-vos as vossas armas.”

O que está em cima da mesa no estado, diz a Reuters, é que haja verificação de antecedentes criminais a todas as pessoas que queiram comprar uma arma de fogo; limitar a compra de algumas armas (pistolas e revolveres) a uma por mês; e dar aos governos locais a autoridade para banir armas de edifícios públicos e outros locais. Ainda se espera a aprovação de uma lei para permitir às autoridades retirar armas de pessoas que sejam consideradas um risco para a comunidade.





O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-

Confira:

Open chat
1
Como posso ajudar?
Powered by